Blog do Rato

Carnavais de Antigamente

07 Fev 2013 - 20:26:32
Nos idos anos de 1910 os carnavais dos foliões dividiam-se entre as ruas, o Baile de Máscaras do Clube Comercial e o Baile à Fantasia da Biblioteca Pública, sempre fui um pouco avesso às ruas e preferi os bailes da biblioteca, podia me esconder melhor sob a fantasia e vez ou outra conseguia entrar em uma porta não trancada e me deparava com espécimes raríssimos do acervo da casa, nunca roubei nada, mas só o prazer de ler um dos poucos exemplares da primeira edição dos Luziadas com um autógrafo de Camões meio duvidoso na parte interna da capa já valia minha noite de Carnaval. Pelas ruas, avinhazavam-se das janelas os meninos do lado de fora, na curiosidade de conhecer o grande baile, havia outros seres que traziam, normalmente em mochilas, pacotes de alvaiade, zarcão, tintas multicores, com que se pintavam os transeuntes, contra ou a favor das suas vontades, depois lhes jogavam os lanças-perfume para completar a mágica carnavalesca, era uma zona de três dias pelas ruas, em uma serena brincadeira de ser criança.
Foi justamente no tal baile de 1910 da biblioteca que conheci Lúcia, em um vestido vermelho e preto imitava as recém surgidas dançarinas de Cancan e horrorizava a todos com metades de seus joelhos de fora, joelhos espetaculares diga-se de passagem, robustos e com uma raiz inferior da coxa a surgir, fiquei extasiado desde o momento que a vi. Minha fantasia de palhaço não era propícia para galanteios, atrás daquela tinta no rosto, daquele macacão inteiriço e daqueles cabelos vermelhos eu ficava completamente escondido, o que me mantinha longe de todos, por conseguinte, das mulheres interessantes, nada muito diferente do que acontecia no meu dia-a-dia.
Descobri posteriormente que Lúcia era funcionária das Casas Antero, uma rede de lojas de produtos para costura. Havia uma na rua Quinze de Novembro bem próxima ao meu escritório e era ali que Lúcia atendida em todo seu esplendor. Botões de camisa, de colarinho, agulhas, lantejoulas, tecidos para cortina, tecidos finos vindo da Europa, tudo se via por ali, mas nada era mais encantador do que Lúcia perambulando por entre os enormes rolos de tecidos, alegre e cantarolando as marchinhas ouvidas no baile da biblioteca. Desde então pela minha inócua dificuldade em abordá-la naturalmente comecei a segui-la ao longe, em meus intervalos de almoço, no domingo na igreja. Refiz seu trajeto, desde a chegada de bonde até a loja, a saída para comer no botequim da Dona Carmem, até a volta para casa as dezenove horas. Percorri o bonde, a caminhada de volta e encontrei uma pequena casa na divisa da região rural com a urbana da cidade, chaminé fumegante e pessoas sob as luzes dos candeeiros que saiam pelas janelas. Não tinha amores, pelo menos já fazia um ano que eu a seguia e jamais a tinha visto com alguém a não ser as amigas, e seu jeito levemente atrevido se restringia ao trato com as pessoas, não causava-lhe problemas e não incluía ser possuída por algum espertinho com boa lábia em algum bilhar de esquina.
O carnaval de 1911 era chegado e ainda não conseguia sequer me apresentar, um oi de amigo, uma casual conversa na loja de aviamentos, nada. Resolvi ir vestido de caçador, uma fantasia bem mais atraente, sem cara pintada e depois de tomar umas groselhas com vodca seria o momento de iniciar uma conversa, quem sabe uma dança em volta do grande salão da biblioteca pública, eram meus planos enquanto pegava minha carabina, engomava o cabelo e passava permufe vindo diretamente de Paris no qual havia gastado metade de minhas economias..
O baile estava formoso, desviei umas dez vezes de tintas ocre, e de todas as outras cores no trajeto das ruas, havia até uns malabaristas e por Deus, um homem cuspindo fogo! Quanta loucura e quanta alegria. Mas agora ali dentro do baile, duas doses de vodca ( sem groselha) já haviam se esvaído por minha goela sedenta e Lúcia demorava a adentrar o salão, mas ela não faltou, surgiu com sua leveza, bela, vestida de tenista, claro, para mostrar a beldade de seus joelhos, cotovelos e até um pouco dos tornozelos, não tinha mais de vinte e um anos, cabelo preso estilo rabo-de-cavalo, saia branca levemente acima do joelho, meia no meio da canela, tênis, uma perfeita tenista e na mão, outra mão. Sim, onde uma raquete era esperada surgiu uma outra mão, que a puxava e corria faceiramente em volta do salão, um rapaz alto e de sorriso largo, pareciam se entender muito bem, quem não entendia era minha goela, agora seca e inchada. Senti como se fosse uma traição, eu ali estúpido, fantasiado, armado e impotente, a minha caça havia sido abatida enquanto eu procrastinava, esperei que fossem embora, procurei atônito uma porta aberta, um livro sobre alguma mesa para acalmar minha alma agora mais sedenta do que minha goela, mas as portas estavam estupidamente fechadas, não teria como escapar, o salão era meu destino.
De trás daquela grande figueira pouco se podia enxergar, mas também a gente se mantinha escondido, era mais uma vez meu lugar, avistava duas pessoas à frente da casa, estava escuro, o dia tardava estranhamente a raiar. Olhei fixamente, o barulho foi muito alto e o cheiro no ar até me assustou, o desfalecimento imediato, não pude ver os tons avermelhados que se espalharam entre as coxas semi nuas, nem percebi como todo resto se passou, só não a encontrei mais no bonde, nem na loja, nem na missa de domingo, nem cantarolando entre os tecidos. Nunca mais tive que me esconder por medo, rasguei em pedaços miúdos minha roupa de palhaço, afinal, não se fazem mais carnavais como antigamente.

Rodrigo AB
Fev/2013

Admin · 1087 vistos · 1 comentário

Link permanente para o artigo completo

http://blogdorato.blogueiros.net/Blog-do-Rato-b1/Carnavais-de-Antigamente-b1-p40555.htm

Comentários

Comentário de: Romulo Neto [ Visitante ]
cara, teus textos são muito bons, pena que parece que o blog foi esquecido...
   27/08/2015 @ 19:36:39

Deixe um comentário

Estado dos novos comentários: Publicado





Sua URL será visualizada.


Entre com o código contido nas imagens


Texto do comentário

Opções
   (Salvar o nome, email e a url em cookies.)


  

Últimos comentários

Bah, muito bom!!! Manda esse pro ...

12/02/2016 @ 12:55:02
por Cássius


Pro astigmatismo realmente não é nada ...

02/02/2016 @ 19:15:30
por Admin


Imagino que seja angustiante sentir o ...

21/09/2015 @ 22:56:54
por Frederico


Vão disponibilizar em MP3?

04/09/2015 @ 08:32:29
por Roberta


Kdê a sérieeeee???

27/08/2015 @ 19:37:41
por Marcia Santos


cara, teus textos são muito bons, ...

27/08/2015 @ 19:36:39
por Romulo Neto


Gostei mas é muito móbido.

27/08/2015 @ 19:35:35
por Amanda


Fantastic!

27/08/2015 @ 19:34:34
por Dani


Infelizmente por algum erro dosite, 90% ...

10/04/2014 @ 17:36:39
por Admin


Fabuloso!

04/04/2014 @ 15:47:31
por alex


Valeu Gui! Pensei algumas vezes se ...

16/12/2012 @ 21:48:51
por Admin


Muito bom! Que tal uma serie??

30/11/2012 @ 20:26:47
por Ana


Um pouquinho depois disso começamos a ...

26/11/2012 @ 15:29:36
por Rato


Este eu não conhecia. Tu já ...

25/11/2012 @ 09:41:22
por Thiago


Kacius, gostei do comentario do Lucas ...

01/10/2012 @ 13:00:52
por Rato


Rato, fazia horas que não passava ...

27/07/2012 @ 22:21:20
por gui


Cara só agora vi esses textos, ...

05/07/2012 @ 14:45:21
por Kacius


E ai Ico! Eu andei pelos ...

31/05/2012 @ 15:42:19
por Rato


Passei por aqui achando que não ...

21/05/2012 @ 17:28:25
por Ico


quem pouco fala, muito escuta

26/04/2012 @ 15:11:09
por Aline


O silencio comtemplativo e sem constragimentos. ...

25/04/2012 @ 17:06:52
por Lucas


Some specialists argue that loan ...

22/03/2012 @ 18:40:19
por NOEL31MARYELLEN


The personal loans suppose to ...

30/01/2012 @ 02:11:48
por Riggs32Annmarie


Rapaz! Tu andou cheirando pó de ...

21/01/2012 @ 20:01:49
por Leonardo


Tchê ás vezes dá medo de ...

07/01/2012 @ 10:52:26
por Kacius


Bueníssimo, mas nojento!!!\" Virou dois\" foi ...

07/01/2012 @ 09:20:39
por thiago


Conforme o usuário Caetano (em 02/10/2009) ...

31/08/2011 @ 11:47:47
por Thiago


Resumindo: \"estrupo\" é um ESTUPRO à ...

01/08/2011 @ 18:35:36
por R7


1500 visualizações deste post específico, nao ...

06/05/2011 @ 16:12:13
por Admin


Olhaê, memso com pouquíssimas postagens o ...

02/05/2011 @ 09:15:56
por Kacius


Valeu pessoal, nao tenho escrito quase ...

12/03/2011 @ 22:09:41
por Rato


Demorou pra atualizar, demorei p comentar! ...

25/02/2011 @ 22:10:14
por Daniel


Cara fui o primeiro a comentar, ...

16/02/2011 @ 07:03:03
por Kacius


Muito bom, Rato! Excelente a descrição ...

08/02/2011 @ 12:39:04
por Gui


Fala grande gaucho!!! Bem diferente dos ...

02/02/2011 @ 12:58:47
por Lucas


Fala grande gaucho!!! Bem diferente dos ...

02/02/2011 @ 12:58:03
por Lucas


Roo, gostei muito, simples e magico. ...

28/01/2011 @ 15:05:42
por Melissa


Hehe eu já tava pensando que ...

25/01/2011 @ 06:45:03
por Kacius


Tchê, isso não é do filme ...

12/11/2010 @ 11:22:08
por Ico


Grande Rato! Siga em frente, ainda ...

08/11/2010 @ 22:48:55
por Altair


Refinado!

03/11/2010 @ 12:03:23
por Thiago


Finalmente de volta! E com outro ...

31/10/2010 @ 23:22:16
por Daniel


Sempre com teus textos bem escritos ...

30/10/2010 @ 07:01:27
por Luana


Finalmente de volta!!! E com mais ...

29/10/2010 @ 22:18:46
por Daniel


muito legal! interessante e muito bem ...

29/10/2010 @ 16:23:45
por anika


Olhaê renasceu e se redimiu escrevendo ...

25/10/2010 @ 15:18:09
por Kacius


Haha ma tu é véio! Eu ...

11/08/2010 @ 16:20:39
por Kacius


Realmente, o Nelson é um filho ...

11/08/2010 @ 01:11:01
por Daniel


Show!!!

07/08/2010 @ 11:48:44
por Thiago


O comentário do Kácius é um ...

05/08/2010 @ 13:39:27
por Gui


Bala amarela com veadinho: POCA, sabor ...

04/08/2010 @ 16:50:03
por Kacius


AHHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHA Imaginei que ele fosse fazer outro ...

04/08/2010 @ 15:06:09
por Diogo


haha, massa! Hoje em dia vem ...

04/08/2010 @ 15:05:34
por Kacius


Fico me perguntando se não são ...

25/06/2010 @ 10:47:36
por Thiago


Não ias me mandra o esquema ...

24/06/2010 @ 13:35:03
por Kacius


Fantástico, em todos os sentidos q ...

24/06/2010 @ 01:17:58
por Daniel


Excelente conto. Gostei muito do desfecho. ...

22/06/2010 @ 09:43:56
por Gui


HAhahahaha muto booooom! O detalhe do Nicoletti ...

20/06/2010 @ 18:23:39
por Diogo


Tchê! como é bom rir do ...

08/06/2010 @ 09:49:39
por Jandinho


Rá, agora eu sei qui foi ...

06/06/2010 @ 22:11:50
por Sandrinho (filho do Surubim)


Parabéns... pela fuga! Foi espetacular. Comigo ...

06/06/2010 @ 21:06:09
por gui


UAHUHUAUAHUAH!!! Já escutei esta história dezenas de ...

03/06/2010 @ 23:44:42
por Daniel


Hilário, nem lembrava mais! Agora quando ...

01/06/2010 @ 09:01:33
por Kacius


De tanto fuçar na net, achei ...

01/06/2010 @ 09:00:12
por Surubim


Muito bom, me lembrou \"O OUTRO\" ...

31/05/2010 @ 22:38:44
por ROSANE


Só vc para me fazer rir ...

31/05/2010 @ 22:32:03
por Hingrid


Entre os melhores!!!Do mundo(léeéé''ee''eéé) Tche, me lembrou ...

08/05/2010 @ 07:56:43
por Thiago


Pode ser empolgação de momento, mas ...

07/05/2010 @ 21:09:45
por Daniel


Huuuum, deves estar cuidando muito de ...

07/05/2010 @ 08:55:27
por Ico


Simplesmente DEMAIS!!

05/05/2010 @ 18:10:26
por Cesar


A DO REI ! É perfeito. Tem ...

05/05/2010 @ 17:35:40
por Monica


Onírico, supreendente, como todo conto deve ...

05/05/2010 @ 14:02:18
por Gui


tchê... tás te profissionalizando nesse ramo, ...

04/05/2010 @ 19:10:24
por Diogo


Caro sócio, que que foi isso ...

04/05/2010 @ 14:33:35
por Hingrid


O qe dizer? Sempre repito a ...

04/05/2010 @ 09:58:45
por Kacius


Mudei o endereço do meu blog ...

23/04/2010 @ 11:45:00
por Guilherme


bah Mano, tu escreve tãooo ...

22/04/2010 @ 21:24:27
por vanessa


Olhai, quem nunca comeu uma barata ...

19/04/2010 @ 15:39:34
por Rato


Bá só lembrei neste fim de ...

19/04/2010 @ 09:25:47
por Kacius Again


BAH Rodrigo, ainda não sei se ...

17/04/2010 @ 00:00:41
por ROSANE


UAU!! mto bom!!! A propósito, embora todo ...

10/04/2010 @ 15:51:30
por Daniel


Tche, muito bom! ! Meio conto, ...

10/04/2010 @ 15:20:25
por Gui


desperto com uma delas esmagada ...

09/04/2010 @ 13:58:10
por Diogo


Nota 1000, nojento e inusitado. Eu ...

09/04/2010 @ 09:14:47
por Kacius


Tá mais pra Rogério Skylab que ...

09/04/2010 @ 08:02:35
por Thiago


Bem Kafka, nojento e... Muitooo bom! ...

08/04/2010 @ 14:53:44
por Hingrid


amie!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

06/04/2010 @ 19:30:30
por dani02


adorei o texto ,uma grande exposicao ...

06/04/2010 @ 19:30:00
por dani02


Mandei. Como não consegui pensar em ...

01/04/2010 @ 05:17:39
por Rato


\\\"O que você está fazendo\\\"? A ...

27/03/2010 @ 23:06:49
por Hi


Dinossauro sou eu, que não tenho ...

24/03/2010 @ 21:31:14
por Daniel


Tche, o twitter é um negócio ...

24/03/2010 @ 11:59:33
por gui


Quando fiz o meu blog, um ...

23/03/2010 @ 13:29:02
por Ico


Bá deve ser brabo mesmo. Uma ...

23/03/2010 @ 08:53:40
por Kacius


Outro conto \"heavy\", mas igualmente bem ...

27/02/2010 @ 22:57:42
por Daniel


Cara, muito inteligente o modo como ...

23/02/2010 @ 19:01:33
por Diogo


Claro, é um louco que anda ...

23/02/2010 @ 15:37:19
por Gui


Ok, ja entendi! Chega de suicidios. Este ...

23/02/2010 @ 02:08:13
por Admin


O Kacius degolou uma família e ...

22/02/2010 @ 22:31:34
por Thiago


Calendário

Outubro 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
 << < > >>
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031    

Anúncio

Quem está conectado?

Membro: 0
Visitante: 1

rss Sindicação

Palavras-chaves (TAGs)

Não há tags neste Blogs

Escolha um tema